Sobre Nós

Conhece mais sobre o shaka e a nossa família

A História do Shaka

Segundo a tradição havaiana,  atribui o gesto a Kalili Hamana de aldeia de Laie, que perdeu os três dedos do meio da sua mão enquanto trabalhava numa plantação de canas de açúcar em Kahuku.

Por esta razão, Hamana passou a vigiar os camiões que traziam as canas de açúcar, e quando estavam completamente vazios, fazia o gesto, para dar sinal disso mesmo. Com o passar dos anos, tornou-se o Shaka,  um cumprimento tipicamente usado no Hawai.

Rafael Nóbrega

Fundador e Treinador

Foi na Costa da Caparica que tudo começou, num pequeno passeio com a família, viu surfistas na água e decidiu que também queria ser surfista. Sem mais nem menos pediu uma prancha aos pais, disseram-lhe logo que não, tinha primeiro de ter boas notas para depois poder ter aulas de surf no verão e depois se gostasse os pais compravam-lhe uma prancha.

Com o objetivo definido, alcançou o que queria e desde a primeira onda nunca mais quis viver sem essa sensação.

Durante a sua carreira de junior foi conquistando vários títulos regionais e alcançou o top 10 nacional de sub 18 durante os anos em que participou nesta
categoria. Desde que começou a sua carreira sénior mantém a presença assídua em campeonatos regionais até aos dias de hoje.

Durante os 7 anos que tem de surf começou a perceber que tem uma grande paixão por transmitir aquilo que já aprendeu e aí decidiu criar a Shaka Surf Academy no âmbito de partilhar a sua paixão por este desporto de ondas que é o surf.

Débora

Treinadora

Desde sempre me fascinam o mar e a natureza, por isso assim que tive oportunidade comecei a praticar surf – a minha modalidade aquática favorita.

Mais tarde comecei a monitorizar crianças em ATL’s de surf durante as minhas férias da faculdade, e essa experiência levou-me à realização do curso de treinador de surf.

O que me motiva a ensinar é partilhar a alegria e os sorrisos que este desporto e o contacto com o mar dá e que só aqueles que experimentam conhecem.

Lourenço Marques

Treinador

Fui introduzido a esta modalidade quando tinha aproximadamente 10 anos , quando pedi uma prancha ao meu pai.

Inicialmente era o único a praticar a modalidade, mas rapidamente passei  o “bichinho” para toda a família.
Os anos passaram mas a paixão pela modalidade e pelo o mar continuou, de tal forma que decidi tirar o curso de treinador de surf.

É algo indiscritível, poder ensinar o nosso desporto de eleição, e poder partilhar a sensação de felicidade que o mesmo nos trás.

O Nosso espaço

Segue as bandeiras cor de laranja até ao surfista na onda!